No dia 13 de julho de 2009, Valdenir Benedetti deixou este mundo para viver entre as estrelas, talvez seu ambiente mais familiar. Porém aqui permanece imortalizado pela sua maneira de pensar e ensinar a astrologia. Muito amado por muitos, deixou uma marca indelével em seus alunos e em todos os astrólogos que com ele conviveram e que reconheceram nele um renovador da nossa arte de interpretar os céus. Como acontece a todos os que ousam transgredir, questionar e inovar, também teve lá seus desafetos, faz parte... Por sorte deixou inúmeros textos, alguns publicados outros não. Este blog foi criado para que todo o seu pensamento fosse acessível tanto aos que o conheceram quanto aos que, ao longo de seu aprendizado da Astrologia, com certeza dele ouvirão falar.



"Há pessoas que nos falam e nem escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidase nos marcam para sempre."

Cecília Meireles







26.6.10

PORQUE AS PREVISÕES FUNCIONAM?

Sabemos já que toda palavra tem poder, e que uma palavra dita levianamente ou inconseqüentemente, é um poder sem controle, e sabe Deus as conseqüências de um poder sem controle...

Todas as palavras, todas as idéias que expressamos são uma forma de manifestação energética, e a realidade é gerada e definida por nossa descrição da própria realidade. Isto não é uma idéia minha. É um conceito milenar, adotado pelos Hindus, pelos chineses e pelos místicos e pessoas sábias de todas as eras. Tudo é uma forma de ilusão, tudo que existe, existe apenas a partir do reconhecimento possível de nossa mente. Aquilo que nossa mente não consegue conceber ou descrever, tecnicamente não pode existir para nossa realidade comum.

O contrário também deve ser válido, se esta premissa da descrição da realidade for verdadeira, ou seja, se o "objeto" que existe apenas existe proporcionalmente à minha capacidade de descrever este objeto, a partir da descrição de um outro "objeto" qualquer, darei existência a ele, criarei realidade, criarei fatos, criarei vida!

Se nós descrevermos um "objeto" (fato, acontecimento, coisa, etc.) gerando a energia necessária, atuando dentro de um contexto no qual o poder de nossas palavras seja reforçado (através de um ritual, de um gesto mágico, de um símbolo), faremos este "objeto" existir concretamente em nossa realidade.

É assim que funcionam as previsões na Astrologia, e acho bastante difícil provar que não é assim de uma forma inteligente, experimente encontrar argumentos para demolir esta tese, mas argumentos coerentes e bem fundamentados.
Quando um "previsor" faz uma previsão, trabalhando sobre símbolos (o horóscopo) que representam movimentos e energias essenciais da natureza, e portanto, se "alinhando" com estas energias naturais, ele (o "previsor") está, através do poder amplificado de suas palavras desencadeando a energia infinita contida em cada símbolo, e filtrando-a através de seu ego pessoal, determinando que estas energias naturais tomem uma direção determinada e se transformem no objeto de seu desejo particular (que pode ser corrompido, pequeno, distorcido, mesquinho, ávido de poder pessoal e vaidade, ou então nobre e digno - o que eu duvido, pois quem é que quer alterar a realidade do outro e não quer se iludir achando que tem poder sobre o 'outro'?).

Quem faz previsão usando o simbolismo poderoso e mágico do horóscopo está usando o poder da palavra devidamente amplificado para criar uma determinada realidade para o indivíduo que está recebendo esta nova descrição da realidade possível, e portanto, quem faz a previsão está determinando e criando uma nova realidade para o outro. Está criando magicamente o acontecimento. E por isso o que for previsto usando o instrumento de ligação com a natureza chamado "horóscopo" certamente vai acontecer, pois foi criado pela palavra de quem falou.

A capacidade de "acertar" as previsões, especialmente aquelas terríveis e maléficas, é proporcional à capacidade que o astrólogo previsor tem de se alinhar com as energias naturais através do horóscopo, é pura magia aplicada, e muitas vezes sem a menor consciência do que está fazendo, principalmente se o astrólogo for motivado pela vaidade do "acertei a previsão do cara..."
Por isso acho que fazer previsão é uma besteira, uma distorção do uso de um instrumento maravilhoso que poderia servir para a gente se encontrar e adquirir maior consciência e transformarmos nós mesmos nossa realidade, na proporção da qualidade de nosso espírito, em vez de nos submetermos a mentes muitas vezes medíocres e distorcidas, que vão acabar "impondo" e criando acontecimentos indesejáveis em nossa vida, projetando suas frustrações, suas vaidades e seus medos em nossa vida, especialmente se estivermos em um momento de angustia e fragilidade, e é isto mesmo que a gente vê acontecer.

As previsões funcionam por isto!! Quem prevê, faz acontecer!

Que tal?

Quer que eu preveja teu futuro? eehehehehehhe

Bee

PS.: É bom lembrar que na dimensão do TER, "Poder" é um substantivo abstrato, algo que se "tem", algo que se "possui", e na dimensão do SER (que é o que buscamos), "Poder" é um VERBO !!!!!

Um comentário:

  1. Mas existem pequenas previsões, ou seja, aquelas previsões que indicam estados de espírito e de consciência, momentos em que estaremos mais propícios para realizar certas atividades e não outras, momentos de perigo e tensão, etc, sem que o astrólogo preveja nada objetivamente, mas indique certas tendências do momento analisado para podermos trabalhar nossa energia em cima dessa possibilidade... Acho que podem ser importantes e devem ser utilizadas quando não são encaradas de forma fatalista.

    ResponderExcluir